3 Comentários

III Formação de Instrutores de PDC

O ano de 2016 começou com muita chuva, por causa do El Niño, e um belo encontro de formação aqui em Yvy Porã. Durante 9 dias em janeiro recebemos permacultores de diversos lugares do Brasil para uma formação de instrutores de Curso de Design em Permacultura – PDC.  Esta formação é exclusiva para permacultores que tenham feito o PDC há pelo menos dois anos, e tenham, neste tempo, desenvolvido trabalhos na área. Na foto abaixo o grupo na visita ao Sítio Curupira.

12509650_1021129031292684_1466266817760345398_n

Esta sempre foi uma preocupação nossa, de formar outros permacultores para ministrar bons e consistentes cursos de permacultura. Assim, a cada dois ou 3 anos, estamos investindo nesta formação.

12417628_911882362252313_856520109015110888_n

Neste ano contamos ainda com a parceria dos amigos Gardel Silveira (do sítio Curupira) e do Arthur Nanni ( Neperma-UFSC), no planejamento do curso, que levou alguns meses,  com o enfoque de dar realmente embasamento teórico para que a turma saísse empolgada e com base para dar um PDC.

12654336_911881598919056_6397576728415885692_n

Nosss trabalho partiu do Syllabus, publicação de Bill Mollison norteando o básico do curso, usou os mapas  conceituais elaborados em encontros da Permear e na formação de 2013, e ainda outras literaturas sobre o PDC.

12508819_10208738632369080_9129086422000559663_n

As aulas tinham a proposta de aprofundar cada tema, e discutir sob os pontos de vista de como dar a aula, e quais os conceitos âncora de cada assunto que não podem faltar no curso.

12552760_10208738613048597_8278021441531700953_n

Além disso, também houveram momentos de discussão pedagógica, com metodologias de ensino  e dinâmica de grupos, além de saídas à campo.

12654321_911881378919078_3418379566949897880_n

Foram 9 dias presenciais, e um mês de aulas na modalidade educação à distância, que fez com que o grupo fosse se conhecendo e afinando o discurso.

12662549_911881428919073_6592673456311407083_n

Só temos a agradecer a presença de amigos tão especiais, que nos levaram a mais um momento de crescimento, discussão e grandes trocas. O Brasil é grande e precisa de muitos instrutores, então, moçada, mãos à obra! Já com saudades do belo grupo! Andréia e Fábio ( Sitio Toca da Coruja- DF), Chantal (RJ), Cecília, Surian, Henrique (SP), Gabriel (Sítio Terra Abençoada-MG), Jair e Edilson ( Sitio Pau D’Água -Piracaia-SP), Silvia (ES), Reinaldo e Luciano (Estação de Permacultura Moinhos de Luz- Rio Fortuna SC), Marcelo ( Fazenda da Ressacada UFSC- Floripa-SC).

2 Comentários

Vem ai o PDC de 2016! Programe-se!

Todos os anos, e apenas uma vez por ano, realizamos o nosso Curso de Design em Permacultura (PDC) na Casa da Montanha. Durante 9 dias, recebemos 15 pessoas  para vivenciarem este lugar, realizando uma vivência que inclui muito estudo e imersão na natureza. Em 2016 o curso começa dia 19 e termina na fim da tarde do dia 27.

Para saber mais sobre este curso sugerimos que leiam a postagem sobre “o que é um PDC” para esclarecer bem sobre o que é o curso. Além de outras neste blog que relatam os cursos já realizados anteriormente.

folderPDC-CasaMontanha2016

As inscrições começam agora e  costumam esgotar-se rapidamente. Então, programe-se! E como diz a Marsha Hanzi, permacultora na Bahia “este curso muda vidas!”.

 

3 Comentários

Exercício de Design

Como sempre afirmamos neste blog, acreditamos na formação das pessoas e que a revolução são os processos de mudanças individuais. Como permacultores, investimos no compartilhar saberes, e ajudar que esta ferramenta se divulgue, com responsabilidade. Na foto abaixo a turma do PDC de 2015 em Yvy.

 

pdc grupo

O curso chamado PDC – Curso de Design em Permacultura, é um curso de 9 dias, com uma carga horária mínima de 72h, e curriculo proposto por Bill Mollison, e em Yvy  porã acontece uma vez por ano, na Semana Santa.

pdc canteiro

Num Curso de Design em Permacultura – PDC, depois de muitas aulas teóricas, os grupos recebem a comanda para elaborar o Design de uma determinada área. Dizemos que é o Trabalho de conclusão de Curso.

Alguns grupos apresentam usando cartazes, outros fazem colagens, para mostrar a evolução do design em curto, médio e longo prazo, outros grupos ainda usam ferramentas tecnológicas.

Neste post vamos apresentar dois dos Designs feitos no PDC de 2014 em Yvy Porã. O primeiro do grupo Kitarno, Rodolfo, Lourdes e Aleien.

Design Yvi Porâ 2014

E o segundo do Gerlane, Bruno e Jayson.

Design Permacultura Yvy Porã

4 Comentários

Nosso banho quente pode demorar !

Quem acompanha o blog deve estar estranhando o título desta postagem, não é? Bom, resolvemos escrever hoje sobre algo bastante cotidiano. Assim surgiu esta postagem!

Nos cursos, assim como em outras publicações aqui,  costumamos frisar bastante uma fala sobre os 3 “C”s:

  • Contexto: onde estou, o que o meio me mostra e me oferece, quem sou eu, etc.
  • Conceito: o que norteia minhas ações.
  • Conteúdo: que técnicas utilizo , de acordo com os dois pontos anteriores.

Então, vamos ao título da postagem… Estava no banho, pensando em um assunto para o blog. Entre outras coisas, havia também um sentimento de cansaço pelas chuvas que não dão tréguas a Santa Catarina nesta primavera de 2015. Ai surgiu a idéia de resgatar e exemplificar os 3″C”s. Em cada link nas palavras chave abaixo você poderá ver as postagens detalhadas sobre cada assunto.

Contexto

vivemos na mata Atlântica, em Santa Catarina. No mês de outubro as chuvas registradas foram de 387mm.

Conceitos

a Casa da Montanha tem como princípio a emissão zero de resíduos e uso de energias renováveis.

IMG_2466

Conteúdos:

Usamos exclusivamente água de chuva, guardada na cisterna.

IMG_7330p

Para tratar as águas cinzas usamos os círculos de bananeiras que devolvem à natureza a água limpa, usando toda a matéria orgânica na alimentação destas plantas.

IMG_5195p

O aquecimento da água para banho é feito usando lenha de poda de árvores, que é queimada num rocket stove.

IMG_0667

Assim, neste contexto de água em abundância, tratando a água usada com a responsabilidade de devolve-la ao ambiente  limpa, usando recurso local e renovável para esquentar a água, sim, posso tomar um banho demorado! O que seria completamente distinto em um outro contexto, por exemplo, quando vamos à regiões com menos água, ai o uso é distinto.

Isto é o que um permacultor faz: observa e interage, lê a paisagem e o contexto à sua volta, devolve os recusrso usados ao meio ambiente da mesma maneira que recebeu…

1 comentário

Poda de parreiras no sítio Raízes

No final do inverno é hora de podar frutíferas, como já foi publicado aqui no blog. Temos a honra de compartilhar a vida e aprender com outros permacultores, e quem nos segue dando aulas sobre parreiras, entre tantas outras coisas é o Pedro Marcos, permacultor de São José do Cerrito, na serra catarinense. Assim, a postagem de hoje é uma aula detalhada sobre poda de parreiras.

DSCN0058

Parreiras necessitam de podas todos os anos, já que as frutas crescem nos ramos do ano. A forma da parreira é dada por esta poda. Depois de frutificar, no outono a planta perde todas as folhas e fica parecendo uma cabeleira de galhos.

Pode-se estruturar o parreiral em espaldeiras, como mostramos nas postagens de Yvy Porã, isto é, nesta estrutura as plantas formam uma estrutura vertical, como um candelabro.

DSCN2245

No parreiral do Pedro e Elusa, no sítio Raízes, as parreiras são latadas, isto é, a estrutura é horizontal, quer dizer, as plantas crescem e formam como um telhado afastado do chão.

Podar não é uma ciência exata, é mais intuitiva e prática, de observar e ir associando forma x função, assim, a cada tanto, é preciso uma poda mais radical, para corrigir erros de anos anteriores. assim foi a poda deste ano! Vamos à aula!

Continue lendo »

2 Comentários

Por que somos permacultores

Muitas vezes nos perguntam o que é Permacultura? Ou o por que fazemos permacultura?

Dizemos que permacultura é mais um modo de vida, permeado por uma filosofia de cuidado com o outro, com o planeta e compartilhando excedentes. Para isso se usam muitas e muitas técnicas, adaptadas ao seu contexto e ao seu modo de ser.

Há vinte anos, quando falávamos a palavra permacultura, a pergunta vinha de imediato: “perma o quê?”… Hoje em dia, há diferentes correntes e vozes pelo mundo todo, que de uma ou de outra forma, apontam a princípios de cidadania planetária. Nesta direção também aponta a ética da Permacultura, que é a necessidade de restringir consumo e compartilhar excedentes. Independente de ser permacultura ou outros movimentos, como o de decrescimento, a ideia de fundo é a mesma: deixar condições de vida para as futuras gerações, cuidando da nossa casa- o planeta Terra.

Assim, a postagem de hoje é um pequeno video, muito bom, explicando nossa crise atual, que não é apenas econômica, social, cultural, é isso e tudo o mais, dizemos que é uma crise civilizatória. Entendemos que este video explica plenamente o por que fazemos permacultura… São apenas 6 minutos para pensar! Aproveitem!

 

5 Comentários

Lua minguante de fim de inverno= manejo de frutíferas

DSCN6332

Nos ciclos da natureza, novamente chegamos à ultima lua minguante dos meses sem R, anunciando o fim do inverno. 2015 vem sendo um inverno de El Niño, bastante quente, e aqui no sul, alternando períodos com mais chuva e depois um tempo de seca. Assim , que aproveitando a lua minguante de agosto, fizemos a poda e manutenção das nossas frutíferas- parreiras, pêssegos, caquis, pera e cítricos.

A planta, como todos os seres vivos, tem uma série de hormônios, no nosso caso interessa olhar dois deles em especial: o do crescimento e o da frutificação. Nos galhos que vão para cima, num crescimento vertical, quem domina é o hormônio de crescimento, fazendo galhos e folhas.

DSCN6306

Nos galhos mais horizontais, quem predomina é o hormônio de floração , e por consequência a frutificação. Assim a poda visa ir dando a forma à planta, para favorecer a frutificação.Na foto abaixo um pessegueiro antes da poda.

DSCN6303

E depois da poda:

DSCN6309

Continue lendo »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.553 outros seguidores