Colocando a chaminé no fogão da casa Mãe

A instalação de uma chaminé parece uma tarefa muito simples, é só alinhar o fogão com a chaminé, fazer um furo no telhado e tudo certo. Bom, não é bem assim, começando pela escolha dos materiais. Recomendamos que os tubos da chaminé  sejam de aço inox, já que o de galvanizado não duram mais que um ano. Uma  instalação, pensada como simples, na realidade, quase sempre aparecem  fatos que complicam com algum imprevisto, ou vários!!!

Fomos instalar a chaminé da Casa Mãe, que tem um telhado com telhas de barro, no estilo capa-canal. Ai começaram as complicações, já que não conseguimos uma telha de chapa para substituir a telha de barro que devia ser furada para dar passagem à chaminé.

A solução encontrada foi fazer uma de alumínio. Para isto basta colocar um pedaço chapa de alumínio, de uma calha velha, moldá-la com o martelo de borracha e o martelo bolinha.

01-TelhaMoldadaAluminio

Na instalação, o cano da chaminé deve encaixar no cone da chapa que segura a chaminé no forro. Estas peças estão à venda no mercado, em lojas de fogões a lenha e agropecuárias.

02-ChapaForroNova Continuar lendo

Anúncios

Janelas

Em primeiro lugar queremos nos desculpar com os leitores do blog pela longa ausência. Foram alguns pequenos problemas de saúde, já superados,  seguidos por compromissos familiares, assim, ficamos um pouco ausentes de Yvy Porã, e das postagens.  Agora voltamos à rotina mais normal, prometendo muitas mudanças para 2013, estando mais tempo na casa da montanha e com mais outros projetos que virão.

Na nossa volta à rotina retomamos, juntamente com os parceiros Zeca e Edla , alguns cuidados com a Casa Mãe. Zeca é habilidoso com as madeiras, e tomou em suas mãos a restauração das janelas trabalhadas da casa. É um trabalho delicado, que exige paciência, tirar camadas de tintas antigas, refazer algumas travessas de madeira, lixar, para depois pintar na cor escolhida e , finalmente, colocar os vidros que faltam. Na foto abaixo as janelas em 3 etapas, a cinza, antes de qualquer tratamento, a lixada, em madeira, e a azul, já arrumada, pronta para receber os vidros.

Continuar lendo

Preparando a Casa Mãe para o PDC da semana Santa

Yvy Porã é um projeto coletivo, somos 7 integrantes e a proposta é que seja uma estação de permacultura com até 20 famílias. A Casa Mãe, uma casa construída em 1929 vem recebendo nossos cuidado, e em 2010- 2011 fizemos uma restauração e ampliação desta construção. Como todo projeto coletivo, deve levar em conta os tempos de todos os envolvidos, por isto, a parte final da obra seguiu em passos mais lentos, de um caminhar do grupo.

Agora,  com o consentimento de grupo, decidimos dar uma acelerada, a fim de que a Casa possa acolher o primeiro Curso de Design em Permacultura de Yvy Porã, que acontecerá na semana santa. assim, fomos aos detalhes que faltavam: instalações de água e do banheiro seco, mínimas instalações elétricas e sem dúvida a ordem geral, do paiol de ferramentas, ao entorno da Casa.

Continuar lendo

Restaurando a fachada da Casa Mãe…

Nestes dias de outono bastante chuvoso seguimos com a restauração da Casa mãe. Um trabalho de restauração e ampliação, além de derrubar paredes resgatando os tijolos para usar em outra parte, trocar o telhado mantendo a linha, apresentou o grande desafio de manter as características da casa, suas linhas arquitetônicas e sua decoração. Na foto abaixo o detalhe das janelas laterais da Casa Mãe.

Como já dissemos antes, as paredes foram feitas com tijolos maciços assentados apenas com barro, o reboco tinha cal e areia. Assim, como a casa data de 1929, e nem sempre recebeu cuidados e manutenção, tivemos que remover todo o reboco que estava solto e fazer um novo. Nesta operação como manter os ornamentos do reboco original- os enfeites sobre as janelas e a porta de entrada?

Seu Zé deu a idéia de colar os desenhos originais com um papel colocado por cima, depois recortamos e fizemos os modelos, como mostra a foto acima, onde Edla monta no chão o desenho que será refeito nas janelas.

Para fazer o novo, sobre o novo reboco fizemos uma camada em relevo de 2cm, que deve estar num ponto determinado para poder ser trabalhado: mole demais não permite o desenho… Duro demais não permite a retirada dos excessos… A mão da arte do bom ofício e do artista que é seu Zé nos ensina estes truques.

Ali fixamos os modelos de papel, riscamos com um prego, fazendo o desenho do contorno, e ai seu Zé e Rodrigo, cuidadosamente, retiram os excessos e alisam com a esponja.

Assim, ressurgiu o desenho na parede restaurada, resgatando a aparência do original.

Restaurando a Casa Mãe

Yvy Porã é um projeto coletivo, e temos uma Casa Mãe datada de 1929. Desde que chegamos á Yvy, em 2003, sempre sonhamos, planejamos e conversamos sobre o que fazer com esta casa… Ela é uma feita de tijolos maciços, assentados com barro e rebocados com massa convencional por fora.

Decidimos restaurar a casa na sua parte mais antiga, e ampliá-la, fazendo um banheiro, um paiol para guardar ferramentas, aumentar a cozinha e fazer uma área coberta. O projeto foi discutido em muitas reuniões, conversas nos finais de semana, e Cecilia Lenzi, parceira da Casa da Montanha acabou colocando no papel nossos desejos.

Com a vinda do seu Zé e Rodrigo que nos deram uma mão na Casa da Montanha e na geodésica, ampliamos seu trabalho para a casa Mãe. No fim de 2009 eles se dedicaram a parte nova , fazendo o  paiol, banheiro e área coberta, assim como trocando o reboco da casa por dentro, fazendo o contra-piso para podermos colocar de volta o assoalho de tábuas de madeira…

Passado o verão, decidimos que era a hora de trocar o telhado! Um mutirão, todos os parceiro de Yvy estavam lá! Na foto acima Mariani, Zeca e Jorge no telhado! Retirar o telhado é fácil e rápido… Mas as orações para que a chuva siga dando uma trégua foram intensas… E nem sempre atendidas!

Continuar lendo