Publicado em Sem categoria

I Permasul – Nossa participação

Em primeiro lugar, nos desculpamos pela ausência de postagens nos últimos meses. Às vezes perdemos o ritmo de parar para escrever, e também por que os projetos Yvy Porã e Waikayu andam bastante dinâmicos, e o tempo para escrever fica meio perdido.

Na postagem de hoje, vamos compartilhar o que foi a nossa participação na I convergência de permacultores do sul do Brasil – I PERMASUL, que aconteceu entre 18 e 21 de julho de 2019, em Florianópolis.

Convergências de permacultores são encontros regionais, nacionais, ou mundiais que acontecem para troca, encontro, debates, exposições, sem no entanto ter nenhum caráter deliberativo. É realmente uma convergência de ideias e ideais, de sentir que existem parceiros e iguais no mundo. O Brasil é muito grande, e nunca se conseguiu fazer uma convergência brasileira, embora em 2007, tenha ocorrido aqui a convergência mundial, que foi sediada no IPEC.

Frente ao sonho e vontade de fazer estes encontros, no Brasil, quem saiu na frente foi o pessoal do Ceará, que já vai para sua terceira convergência.

Aí, agora em 2019, recebemos um telefonem da Rafaelle Mendes dizendo que havia uma equipe organizando a primeira convergência do sul do Brasil, e nos convidavam, pela nossa história e trabalho, a participar como palestrantes. Ficamos, Jorge e Suzana, bastante animados, orgulhosos de que a nova geração de permacultores sérios, tenham encarado este desafio, que não era nem simples, nem pequeno.

 

A I PERMASUL aconteceu em Florianópolis, na UFSC, foi um momento lindo, e ganhou quem esteve presente nos 4 dias de encontro! Foram muitas conversas, um belo astral, e uma organização bem bolada: haviam palestras, rodas de conversa, grupos de trabalho e discussão sobre temas de algumas das pétalas da flor da Permacultura: Educação, Economia e finanças, Bem estar psico físico espiritual, Espaço construído, Posse da terra e governo comunitário. Só temos que reconhecer e valorizar a iniciativa de Martin Ewert e Mildred Gustack Delambre, que deram um start e reuniram a equipe que pensou e preparou o evento: Alessandra Tavares, Fabio Vaccaro, Martin Ewert, Mildred Gustack Delambre, Rafaelle Mendes, Waldomiro Aita Neto, Viglio Schneider, Cecília Prompt,  Daniel Philippsen, Beatriz Horongoso e agradecer aos demais voluntários que colaboraram durante o evento.

Ao mesmo tempo em que ficamos honrados com o convite, nos questionamos sobre o que falar? O que seria interessante de levar para o grupo? O que levar para uma conversa entre permacultores? Entre muitas conversas e reflexões, decidimos que não seria um relato do que vivemos nos projetos, pelo menos, não diretamente. Buscamos temas de reflexões para trocar ideias e abrir horizontes.

Suzana foi para o lado do viver a permacultura, como forma de autonomia, autoria, independência, buscando “sair da caixinha” e propor um olhar mais amplo sobre como e onde viver a permacultura, discutindo a questão de economia e finanças, fartura etc que sempre aparecem como um entrave a ser permacultor. Permacultura não é carreira, não é emprego, é modo de vida, e que propõe ser sustentável. Assim, surgiu o tema“Permacultor: protagonista da sua vida”.

Jorge demorou mais em organizar sua fala, haviam muitas coisas que poderiam ser, e no fim o foco da fala foi “Diálogo entre teoria e prática”, fazendo uma reflexão sobre o permacultor que sem prática fica no vazio, e sem teoria pode levar a experimentos duvidosos e perigos.

Então, teremos duas postagens, nesta primeira divulgaremos em PDF os slides da fala da Suzana. Lembrando que os slides são uma guia de uma fala de uma hora, então, claro que pode haver questões, dúvidas! Fiquem à vontade para perguntar e assim, seguiremos ampliando o diálogo da Permasul, ainda que no virtual!

“Permacultor: protagonista de própria vida” – Suzana Martins Maringoni3convergencia permasul2019

Autor:

Um casal de permacultores participantes de um projeto coletivo, construindo sua casa, seu espaço e a sustentabilidade..

4 comentários em “I Permasul – Nossa participação

  1. Foi emocionante, e um grande prazer revê-los! Agradecemos por sempre deixarem as portas abertas e por representarem um porto seguro neste caminho de desafios que escolhemos para viver. Não tomamos as decisões mais fáceis e o objetivo da Convergência foi esse mesmo: descobrir mais alguns aliados e se reencontrar em família.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s