4 Comentários

O cotidiano e suas coisinhas

Na vida, seja ela urbana ou rural, estabelecemos rotinas, aquelas coisas que fazemos no dia a dia, que nos organizam e que fazem parte do viver. No campo isto não é diferente, mas as rotinas são outras, como plantar a horta, cuidar das frutíferas, manejar a água, etc. Nesta postagem falaremos um pouco destas rotinas.

A horta é uma parte importante da alimentação, assim, ela requer o cuidado e a manutenção constante. Nossos 8m² de canteiros  tem se mostrado o suficiente, até o momento, para nossos sustento. Plantamos mais ou menos 1m² por semana, em rotação. Assim, quando a primeira horta do rodízio for colhida na íntegra, as últimas já estarão perto de produzir. As alfaces produzem mais rapidamente, brócolis, no meio termo, repolhos, acelgas, pimentões e couve flor demoram mais. A cada colheita preparamos novamente o canteiro, com adubo curtido, plantando com composto e húmus.

SAM_0243


Um dos conceitos do design em Permacultura é a localização relativa de cada elemento. O elemento “horta” fica perto da casa, fazendo parte do jardim. É um espaço que ocupamos diariamente, que saímos, olhamos, admiramos, colhemos, retiramos algum inço que esteja inadequado, etc. É um elemento paisagístico, funcional e ornamental da moradia.
Nas frutíferas perto da casa, quando fazemos as panelas, com uma boa palhada ao redor da muda, criamos um outro pequeno canteiro, onde estamos plantando algumas mudas de horta na face norte da mesma, permitindo que as olerícolas recebam luz o dia todo. Ou seja, tudo vira canteiro e produção de alimentos.

SAM_0232

Outro ponto fundamental quando se fala de sustentabilidade é a questão da água. Embora Yvy Porã fique numa área de mananciais e nascentes, a água da Casa da Montanha vem toda ela da captação das chuvas. Do telhado ela vem para as calhas e passam primeiro por um filtro, que é um cone que expulsa por gravidade folhas e galhinhos que porventura estejam no caminho, antes de ir para a cisterna .

SAM_0219
Nosso cone provisório precisou ser substituido. Assim, Jorge usou uma tela de inox, cortou o cano da calha para permitir que os galhos saiam com a força da chuva, e instalou a nova peça.

SAM_0235

Todos estes pequenos trabalhos são parte do cotidiano, e a cada tanto nossas atenções vão para a manutenção das estruturas e da alimentação.. No meio do caminho o que fazemos? Bom, lemos livros, fazemos engenhocas, pintamos, bordamos, escrevemos, planejamos outras coisas a fazer, caminhamos por Yvy,  recebemos amigos, olhamos o por do sol, os beija-flor, a vida que segue…

Anúncios

4 comentários em “O cotidiano e suas coisinhas

  1. Muito boa invenção da tela em forma de cone!
    Simples e pratica. Parabens

  2. Delícia revê-los.Ah que coisa boa essa batida de viver.

  3. Estou encantada com o trabalho e a proposta de voces1Parabéns!

  4. Que delícia! Não que não falte trabalho… mas sobra tempo para receber amigos, escrever, ler livros. Estou descobrindo o site de vcs graças ao site do curupira. Tenho lido muito, em especial as técnicas desenvolvidas. Não sou permacultora, mas tenho uma amiga que é e meu deu uns toques sobre a permacultura e temos caminhado, buscado informações. Fizemos nosso tratamento de esgoto e isto nos encheu de alegria. A ideia é ir para nosso “mato” em breve e espero poder buscar mais informações com vocês. Obrigada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: