Janelas

Em primeiro lugar queremos nos desculpar com os leitores do blog pela longa ausência. Foram alguns pequenos problemas de saúde, já superados,  seguidos por compromissos familiares, assim, ficamos um pouco ausentes de Yvy Porã, e das postagens.  Agora voltamos à rotina mais normal, prometendo muitas mudanças para 2013, estando mais tempo na casa da montanha e com mais outros projetos que virão.

Na nossa volta à rotina retomamos, juntamente com os parceiros Zeca e Edla , alguns cuidados com a Casa Mãe. Zeca é habilidoso com as madeiras, e tomou em suas mãos a restauração das janelas trabalhadas da casa. É um trabalho delicado, que exige paciência, tirar camadas de tintas antigas, refazer algumas travessas de madeira, lixar, para depois pintar na cor escolhida e , finalmente, colocar os vidros que faltam. Na foto abaixo as janelas em 3 etapas, a cinza, antes de qualquer tratamento, a lixada, em madeira, e a azul, já arrumada, pronta para receber os vidros.

Como as janelas tem detalhes de pequenos pedaços de vidro formando triângulos, losangos, decidimos experimentar colocar nestes pequenos recortes pedaços de PET reciclado. Este material foi comprado para testarmos o seu uso no fechamento da parte superior da oficina do Jorge, por ser de fácil colocação, vedar de chuva e permitir a entrada de luz. Ele é vendido no comércio como plástico rígido e tem um custo bastante assessível.

Nas janelas da casa mãe, como temos alguns detalhes que são pedaços muito pequenos, estamos experimentando, apenas nestes locais, usar o PET, que facilita o corte e por serem pedaços muito pequenos, mantém a característica de ficar esticado e plano como vidro. Jorge e Zeca testam colar com silicone os retalhinhos, que ficam bem, como se vê na janela já pintada de azul.

IMG_6344

Depois, aproveitando o embalo e para mudar um poquinho de trabalho, que quando é o mesmo por muito tempo se torna maçante, os meninos decidem colocar o PET nas aberturas superiores da oficina do Jorge.  Ai usam placas maiores, grampeadas sobre uma estrutura de madeira. Como são pedaços maiores, o material tem outro comportamento, criando ondas, por mais que se estique. Como é para uma oficina e a função é isolar da chuva, a experiência segue valendo, e o custo é muitas e muitas vezes mais barato.

Depois de grampeado ainda colocamos uma madeira fazendo um sanduíche na fixação das lâminas de PET, assim, em caso de vento, ou de eventual trombada de passarinhos, a força não ficará apenas nos grampos diretamente no plástico, mas distribuída.

Anúncios

3 comentários sobre “Janelas

  1. Vcs me surpreendem a cada vez que recebo o e-mail. esta mesa de centro é tudo de bom. as janelas estao lindas. É possivel visita-los? em caso positivo, onde ficam e qual o valor? informo por oportuno que sou pequena produtora rural nos arredores de Brasilia-DF e sou apaixonada pelas construçoes ecologicas e afins.

    • Teresinha
      A casa da Montanha recebe visitas, mas para isso pedimos que as pessoas entrem em contato pessoalmente. Estamos em Santa Catarina, e a única coisa que cobramos são os cursos que ministramos, como o PDC que será na semana santa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s