Fazendo o piso da oficina

Um ano depois de iniciada, a oficina vai ficando pronta.  Para podermos começar a usar o espaço, decidimos terminar a parte interna, a fim de levarmos as ferramentas e podermos trabalhar lá. Assim, o desafio da semana foi terminar o piso interno. Para isto havíamos levantado o piso até o nível desejado com os restos da cobertura da geodésica. Este nivelamento já havia ocorrido há vários meses. Por ali andamos , pisamos, e compactamos bem o terreno. Agora, para fazer o piso, colocamos uma camada de brita de uns 10cm pelo menos. A brita não permite que nada de água suba pelo piso.

Enquanto Jorge traz a brita, Suzana vai espalhando-a igualando os níveis, aplainado , na medida do possível, os desníveis.

A brita fica abaixo da cinta isolante dos alicerces, como pode-se observar na foto abaixo.

Para ver se estamos mais ou menos no nível, usamos a régua de pedreiro, como manda a arte do bom ofício.

Britas colocadas, Jorge começa a fazer as linhas do nível. Estas linhas irão permitir que se faça o piso seguindo um mesmo nível. Fizemos 3 linhas, que separaram o piso de 12m² em quatro panos, o que permite trabalhar com mais segurança, calma, e seguindo o nível em todos eles.

Na foto abaixo, Jorge medindo o nível da terceira linha, e pode-se observar as duas primeiras.

Depois de secas as linhas de nível, hora de fazer o piso… Bater a massa num traço 4 por 1, ou seja, 4 de areia, por um de cimento. Um traço forte, para um piso que irá receber muito transito e trabalho, máquinas, etc. Para este trabalho, a colaboração do Diego batendo a massa foi fundamental!  Quanto deve ser grosso um piso? Trabalhamos com aproximadamente 5 cm, para criar uma bom piso.

O trabalho é pesado e incômodo- fazer um piso obriga a trabalhar agachado, se esticando para nivelar e alisar as partes mais distantes de casa pano de piso. Passamos a régua e depois uma desempenadeira, para deixar o piso o mais liso possível.

E assim passou o sábado, entre visitas de amigos, 16 massas batidas… Um bate a massa, outro vai colocando, nivelando, alisando…

No meio da tarde, sem correria, e com a ajuda do Zeca, finalmente a oficina estava com o piso pronto!

No dia seguinte, com um solzinho, até deu vontade de entrar, mas não custa nada esperar para andar pelo espaço…

Anúncios

12 comentários sobre “Fazendo o piso da oficina

    • Renato, o cimento queimado seria isso que você falou, seria colocar o cimento e alisar… Há uma postagem aqui no blog, inclusive com um filme mostrando o seu Zé fazendo o cimento queimado no nosso piso da casa.

  1. Ola gente!! aqui estamos proximos a fazer o chao da nossa garagem-galeria… Dei uma olhada no youtube sobre a tecnica para fazer o cimento queimado e tambem esta solucao mais rustica da oficina. Eu queria saber se sendo um piso onde à noite entra um carro é possivel ou melhor se é resistente o cimento queimado? A area é pequena (3m x 6m) e só é fechado de um lado com uma parede, o resto: colunas de eucalipto e em cima pauzinhos de eucalipto tambem só que mais finos. Queriamos fazer bonitinho, de cores com incrustacoes e tal, porque no dia é um espaco para curtir mas nao sabemos se é viavel… Beijos cordobeses

    • Oi, Veronica
      Que bom ter noticias tuas, e que vão fazer esse espaço gostoso.
      O que fizemos na oficina foi um contra piso +/- alisado. Isto poderia ser considerado como a base para o cimento queimado que se faz acima.
      Sim, podes fazer o cimento queimado numa garagem, alias, existiram muitas garagens com esse piso nas casas das décadas de 30, 40 e 50.
      Podem fazer com as cores dos óxidos corantes em pó e colocar enfeites como incrustações. Façam as provas de cor em pequenos mosaicos e esperem a secar para saber como vai ficar, logo fazem na grande superfície.
      Também é recomendável fazer juntas de dilatação talvez nos 1,5 m tanto na largura como no comprimento. Isso evita o estouro do piso e se houver alguma rachadura ela não passa da junta.
      Lembrem que podem usar cimento comum e o branco, dependendo das cores e tons que prefiram.
      Vamos nessa e coragem que ficara muito bom.
      Grande beijo e abraço ao parceiro.
      Jorge e Suzana

  2. Boa noite

    Jorge e Suzana

    Meu nome é Fernando sou da cidade de Brasília, como sou principiante, estava justamente pesquisando como fazer um piso pra colocar meu carro. Achei muito interessante o ensinamento de vocês exemplo: Como trabalhar com a brita, nível, o traço do cimento e areia, etc. Deixa ti fazer uma pergunta: Meu carro é um Fiat-Pálio, no traço eu poderia utilizar 05 latas de areia e 01 de cimento, será que vai ficar fraco demais o piso ? Espero sua resposta, enquanto isso vou adiantar o serviço.

    Um grande abração pra vocês.

    Fernando

    Brasília, 11 de Julho de 2015

  3. Boa tarde.
    Meu irmão está tentando fazer uma oficina e está com dúvida em qual piso colocar para suportar carro. Você me ajudar quanto a essa dúvida.

    • Oi, Lúcia
      O mais importante é que o contrapiso seja forte e não queira quebrar pelo peso de um carro ou caminhonete.
      Então, façam o contrapiso colocando, sobre a base nivelada com brita, uma malha “POP” da Guerdau(ferro 5 mm soldado em quadros de 10×10 cm.).
      Logo fazem o carpete, cobrindo a brita e a malha com uns 5 cm de concreto 1:3 de areia média e cimento.
      O acabamento pode ser um cimento queimado, um revestimento de cerâmicos, etc. Sempre para trânsito pesado.
      Abraço e boas obras.
      Jorge

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s