Iniciando as instalações elétricas

Seguimos no nosso caminhar… A cada etapa sentamos e avaliamos quais os próximos passos, e eles obviamente refletem nossas prioridades. Em geral o nosso critério de escolha é pelo que incomoda… O que mais incomoda no cotidiano é que nos leva a próxima ação. Assim, depois da “mudança” a prioridade foi fechar as janelas, depois o banheiro, em seguida a água nas torneiras. Agora, antes da água quente ou dos vidros das janelas, a prioridade avaliada passou a ser arrumarmos as instalações elétricas. Na foto abaixo nossa horta, com as flores de mostarda e acelgas em primeiro plano.

Há tempos decidimos que a instalação elétrica seria externa, assim como as de água e resolvemos usar bambus como conduítes. No terreno vizinho a nossa casa em Floripa temos uma “plantação” de bambus gênero phylostaquis, ou a taquara que fazemos vara de pescar. É uma espécie invasora, mas excelente para movelaria. Há 2 anos, numa lua minguante de inverno, Jorge colheu nossos “conduítes” para a Casa da Montanha. Estes bambus  colhidos na época certa  foram secos à sombra e esperaram até este momento, quando viraram parte da nossa casa.

O primeiro passo é furar os entrenós com um cano de ferro, como mostra a foto abaixo.

Depois é hora do última etapa do tratamento que se faz passando o maçarico no bambu. Esta espécie de bambu em especial solta seus açúcares que ficam como um verniz na madeira. O trabalho é simples e bonito: maçarico, o açúcar aparece e com um pano vai-se limpando e dando o acabamento. Na foto abaixo pode-se perceber o brilho que vai aparecendo a medida em que se passa o fogo.

Conduíte preparado, é hora de fazer a caixa de passagem. Estas são rodelas de bambus giganteus, colmos ainda estreitos, pois são os primeiros da planta. Embora tenhamos também tentado passar o maçarico, pode-se ver que esta madeira não brilha como a outra, e queima-se rapidamente.  Este outro bambu é de Yvy Porã, colhido também na minguante do inverno passado. Nas caixinhas de passagem são feitos furos com a serra copo, por onde passarão os fios como mostra a foto abaixo.

Nossas instalações irão também fazer o acabamento, no encontro das paredes  com o forro. Os varas de bambu são fixadas a parede com cintas de plástico, tipo lacre. Estas cintas são fixadas às paredes com grampo. Já as caixas de giganteus são fixadas à parede com cola quente, um material que funciona bem em madeiras. Na foto abaixo a primeira junção do conduíte com a caixa de passagem.

Assim é como ir montando um quebra-cabeça, encaixando as peças, embora às vezes o equilíbrios seja necessário ao se fazer a instalação a 3m de altura, um em cada ponta da vara de bambu!

Mas é um trabalho gostos, gratificante e que vai ficando lindo!

Anúncios

2 comentários sobre “Iniciando as instalações elétricas

  1. Oi Suzana,

    Somos uma casal que desenvolvia a agricultura ecológica no RS. Sou geólogo e minha companheira bióloga.
    Demos uma volta no ES onde trabalhei como professor da universidade federal de lá e agora estou lecionando na UFSC.
    Estamos tentando conhecer os atores locais para troca de informações.
    O blog de nosso sítio ainda prossegue no ar, caso queira olhar fica em http://ecoextrema.wordpress.com/ . O contato que vc vai encontrar lá é da proprietária atual.
    Buenas, era isso. Caso possamos, gostaríamos de conhecê-los, bem como seu trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s