5 Comentários

Começando a varanda!

Para podermos seguir a obra e a prioridade de colocarmos a cobertura, precisamos fixar os 3 pilares de leste, para podermos fazer o telhado de toda a zona desde o sul, onde já colocamos um triângulo, até o Norte, lembrando que nesta área toda já temos as paredes feitas.

Na foto abaixo as linhas mostram o lugar onde estará a varanda e seus pilares.

p1181275.jpg

Durante um bom tempo discutimos se estes pilares seriam enterrados no chão, ou se faríamos uma base de pedras como no resto da casa. Para a facilidade construtiva seria enterrá-los, isto aceleraria e facilitaria a colocação. Mas este seria um ponto frágil da obra, pois como trabalhamos com pilares de eucalipto in natura, é uma madeira que estará em contato com a terra, umidade, etc o que favorece o apodrecimento do mesmo. Mas mesmo assim decidimos, até há algumas semanas atrás, que assim seria. Caso apodrecesse daqui a algum tempo, escoaríamos a varanda, iríamos cortar e fazer a base de pedras depois…

O que nos fez mudar de opinião na semana passada foi um tronco de madeira! Quando foram cortados os eucaliptos, sobrou um tronco meio torto, grosso, lindo e pedimos para ser colocado na obra. Este tronco, escolhido para ser o pilar do meio da varanda, não tem o tamanho adequado para ser enterrado, é meio curto… E Jorge, pensando na obra, ficou imaginando como seria piso da varanda, como daríamos o seu nível, com que altura, etc… Então, no dinamismo da nossa obra, decidimos que os pilares serão colocados sobre pedras e não mais enterrados no chão!

Na foto abaixo Rodrigo e Jorge colocando as pedras “na esquina” sudeste da casa…

im004584.jpg

Assim, Jorge com a ajuda de Cleber e Jorge André marcaram os lugares de cada pilar, usando o velho e bom teorema de Pitágoras e depois das chuvas, Rodrigo, Jorge e Suzana colocaram mãos à obra. As primeiras pedras são sempre as mais difíceis de colocar, pois elas dão o nível do piso, caimento de água e as linhas das restantes… Assim parece uma grande “perda de tempo” ou ainda, “que o trabalho não rendeu”, mas pressa nesta hora significam muito erros no futuro!

Na foto abaixo vê-se o dado de concreto onde se apoiará o pilar de madeira, pode-se observar ainda os arames que seguram o telhado ao alicerce da casa.

im004594.jpg

Esta área da casa não tem a cinta de alicerce de bambu como uma sapata corrida, faremos apenas as linhas de pedras e sob cada um dos pilares uma sapata de ferro quadrada evitando que pela compressão dos pilares as pedras não tentem “abrir”. Nesta sapata estão amarrados os mesmos arames que acompanham cada pilar da casa até a cobertura e seguram o telhado ao alicerce fazendo da casa uma unidade.

im004597.jpg

Na foto acima Suzana e Jorge enchendo o cubo de concreto. no meio do cubo será colocado o ferro que fixa o pilar de madeira para que ele não escorregue de cima do dado. E na foto abaixo nossa esquina feita, vendo-se o ferro que centralizará o pilar e as pedras fazendo o ângulo da varanda.

im004598.jpg

Este trabalho pequeno nos deu um grande alívio, pois com ele, daqui a uns 15 dias, poderemos estar colocando o primeiro pilar da varanda e seguindo com o telhado!


Anúncios

5 comentários em “Começando a varanda!

  1. Eu adoro vir aqui e ver a obra de vcs progredir!! que bacana, viu?? Parabéns.

  2. A força de vcs sempre tem me dado animo! Acompanho ansiosa para ver mais passos nesta caminhada. Sucesso!

  3. Sempra estou aqui dando uma espiada.

    A torcida é grande.
    Parabens!

  4. Muiitoooo utillllllllllll . proo meo Trabalhooo 😀 veleeoooo

  5. k linda varandak vai sair dai

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: