19 Comentários

CORDWOOD- paredes de toquinhos

Bem, iniciamos as paredes com este outro sistema construtivo: o cordwood, ou toquinhos de madeira… Nesta semana Jinelsinho e Diego estiveram com o Jorge em Yvy Porã e num dia de trabalho cortaram em fatias os postes de eucalipto citriodora que havíamos cortado em agosto de 2006. Quer dizer, estamos usando madeira que está seca há mais de um ano e agora cortamos em fatias de 20cm de comprimento.

Na foto abaixo as peças já cortadas e empilhadas.O registro fotográfico do corte ficou prejudicado pela umidade que deixou todas as fotos fora de foco…

pilha-tocos.jpg

Iniciamos o trabalho obviamente pesquisando e estudando muitos materiais sobre este sistema construtivo… E acabamos chegando sempre ao mesmo ponto: Há receitas, há caminhos já percorridos que facilitam, mas sempre, sempre é preciso ver o que o espaço te oferece, e o que é possível fazer.

Bem, “nossa” receita para fazer a massa para assentar os tocos ficou a seguinte:

2 baldes de terra peneirada

1 balde de areia média peneirada

1 balde de cal

2/3 de balde de cimento

1 balde de serragem deixada de molho de um dia para o outro.

A massa tem uma plasticidade fantástica, e sua textura quase lembra aquela massa de vidraceiro… Um material realmente gostoso de usar.

alinhamento.jpg

Bem os desafios práticos foram os seguintes:

  • normalmente se usa esta técnica com tocos de 30 a 40cm de comprimento. Como nossos alicerces tem 15 ou 17cm, e as paredes são panos, ou seja, não são estruturais, decidimos fazer o cordwood de 20cm. Para isto usamos a mesma técnica da taipa socada, ou seja, a cada 45cm de parede, um fio de arame farpado amarra o pano de parede aos pilares da estrutura.

linhaeprimotoco.jpg

  • Como fazer o assentamento ficar na linha, ou no prumo? Jorge inventou um sistema de linha elevador, que marcava 2cm distante do pilar e que ajudou a assentar cada linha de tocos, todos na mesma distância para o lado de fora.

sucord.jpg

  • Como dar a uniformidade de acabamento? A colher de pedreiro ajudou, e onde ela não ia, fomos usando os dedos, como crianças brincando e costurando a argila.

im004501.jpg

  • Com ou sem um padrão para assentar os tocos? Jorge pegou o micro à noite e ficou fazendo o desenho proposto para nossas paredes.

Bem, agora restava começar! E ai fomos, Jorge, Diego ( no seu primeiro dia de trabalho em Yvy Porã) e Suzana. Na velha/ nova rotina de fazer a massa e começar a colocar as peças para fazer a parede! E qual não foi a nossa surpresa da rapidez e do lúdico deste sistema construtivo! É um grande LEGO, colocando peças, enchendo os buracos com uma massa de modelar e cuidando da estética! Muito mais leve e rápido do que a taipa socada, mas óbvio que avaliar apenas o erguer paredes não se está computando o tempo e o esforço de cortar as madeiras, que exigiu um dia de trabalho de alguém hábil com uma moto-serra…

detalheprimafila.jpg

Mas o prazer e a rapidez foi realmente o que nos deixou entusiasmados: em meio dia, em 3, levantamos o pedaço de parede abaixo da janela de nor-nordeste da casa da Montanha! Uma parede de 1,5 de comprimento, por 75cm de altura! E ela ficou mesmo muito linda! Na foto abaixo Suzana olhando da janela para dentro da casa, com a parede pronta e a vista da janela da sala!

im004512.jpg

Anúncios

19 comentários em “CORDWOOD- paredes de toquinhos

  1. melhor nem comentar!!!
    Vou experimentar no colégio agrícola no próximo ano.Valeu pelo aprendizado

  2. Muito bem, Flipper!!!!!!
    Agora as dúvidas: essa tar de córdwood (com sotaque nordestino) pode ser usado nas áreas úmidas???
    A: antes que esqueça: Brigadão pela convivência e visita.
    Beijos

  3. Odair
    Yvy Porã fica numa área bastante úmida. Nestas áreas o reboco deve levar cimento… É o que estamos fazendo!!!!
    E a visita a Ponta Grossa dê ânimo para vcs seguirem construindo-se mais e mais… Bons ventos, bom 2008!!!!
    Suzana e Jorge

  4. Olá Suzana e Jorge,

    Estamos construindo com a técnica hiperadobe uma moradia circular, totalmente estrutural, sem colunas, quero saber se é viavel unir as duas técnicas (cordwood + hiperadobe), minha dúvida é se vai manter as caracteristicas estruturais da moradia?
    outra dúvida é sobre o arame farpado, ele é colocado a cada camada de tocos e preso pela parte de dentro dos pilares da estrutura, ficando na parte interna da parede?

    Luz, muita Luz em sua senda

    Marcelo.

  5. OI, Marcelo
    Os arames tanto na taipa socada como no cordwood são colocados a cada 50cm ( no cordwood mais ou menos a cada 2 fileiras de tocos)… O cordwood é estrutrural e numa casa como a sua acho que o melhor é fazê-lo com 30 cm de largura ou 40cm…
    Sim, eles ficam embutidos na parede, nmão se vê depois dela feita- enm, os arames farpados, nem os arames que amarram telhado ao alicrece… Ambos ficam dentro das paredes…
    Agora, quando se usa mais de uma material a questão é a junção, pois materiais diferentes trabalham diferente… MAs neste caso, como a massa entre os tocos tb é de solo+cimento+serragem, acho que não haverá maiores problemas… Agora o super adobe leva MUITA terra, leia numa outra postagem o cálculo sobre este volume…
    No mais, muita luz e ânimo neste projeto de vocês.. Que muitos mais se multipliquem…
    Até mais
    Suzana

  6. Olá Yvy Porã,

    Muito obrigado pela luz, clareou muito e com certeza vou utiliza-la,
    A técnica que estamos usando é o hiper adobe uma forma melhorada do super adobe, com o diamentro do saco bem mais estreito, e o saco de outro material (raschel), dispensando o arame farpado, muito interessante tb, se quiser posso mandar algumas fotos daqui da obra,

    Muito obrigado e muita luz,

    Marcelo.

    • MARCELO HOJE 22/05/2009 LI ESTE ARTIGO E GOSTARIA DE SABER SE VC CONSTRUIU A CASA COM O SUPER ADOBE ETC Q VC FLA .
      PODERIA ME MOSTRAR SE SIM?
      GRATA vANIA

      • Vania
        Olá, não sabemos quem é o Marcelo que tu fala no seu comentário… Mas sobre o Sper adobe indicamos que procures no Blog os aliceces da Oficina, que relata esta construção.

  7. muito legal, espero q um dia eu tenha a oportunidade de fazer tbm.

  8. Querida Madrinha!!!!
    tenho visitado muito as páginas, desse maravilhoso trabalho…
    mais uma lição de vida , de harmonia pela qual me apaixono mais todos os dias…
    Até já penso em como construir minha casa de permacultura!!!
    Parabéns pelo grande gesto acima de tudo de humanidade em desenvolver um trabalho como este…
    beijos sou sua fã

  9. ESTOU DECIDINDO COM QUE MATERIAL VOU PROJETAR MINHA CASA NA ECOVILA CLAREANDO EM PIRACAIA SP E VOCÊS COLOCARAM MAIS ALGUMAS DÚVIDAS NA MINHA DECISÃO. LINDOS OS CORDWOODS. UMA PERGUNTA: A MADEIRA TEM QUE RECEBER ALGUM TRATAMENTO CONTRA CUPIM, BROCA ETC.? PRECISA PASSAR POR ALGUM PROCESSO DE IMPERMEABILIZAÇÃO? SE SIM(S), QUAIS? UM FORTE ABRAÇO E PARABÉNS PELA BELEZURA DA CASA.

    • Essa é também minha dúvida, sobre que tipo de tratamento a madeira leva, que tipo de madeira usar e quanto tempo ela precisa secar desde que foi retirada da poda. Além disso, qual a profundidade da parede?
      Conhecem algum lugar aqui no RJ onde eu possa aprender com a mão na massa essa técnica? Obrigado

      • Fabio
        O tratamento da madeira é o corte na lua minguante de inverno, quando a seiva está na raiz… Outro ponto é que tipo de madeira, e a idade. A madeira leva no mínimo 6 meses para secar. Ai nossa opção sempre foi depois seguir tratando impregnando a madeira. Sobre a profundidade da parede, não entendemos o que tu perguntou… queres dizer espessura? Nossas paredes foram de 20 cm pois não era estruturantes, pois a casa tinha pilares. Mas se quiser fazer toda a casa, sem pilares, ai as paredes deveriam ter no mínimo 35cm de espessura.

      • Obrigado! Agora só falta aprender em algum curso acessível aqui pelo RJ para tocar meu desejo de fazer aqui em casa.
        Sabendo de referências no RJ, agradeço.

  10. Olá, bom dia, antes de mais nada muito grata pela inspiração e pela partilha de conhecimento que vocês trazem por aqui! Estou construindo minha casa e muuuuita coisa daqui me inspirou!!

    Fiz minha parede de toquinhos e fui acertando as proporções da massa de acordo com minha terra… chegamos a um ponto que a massa não rachou e ficou ótima, mas os toquinhos estão se soltando. Fizemos com garrafas de vidro e os toquinhos, as garrafas permaneceram bem, presas, normalmente, mas no lugar dos toquinhos a massa retraiu muito e eles ficaram soltos, alguns até consigo tirar da parede se empurar… usamos restos de eucalipto tratado e eles se soltaram tão rápido, cerca de 2 -3 semanas depois, que não sei se foi a madeira que contraiu….

    Vocês tem alguma dica pra me passar do que posso fazer pra prender esses toquinhos nos seus lugares? silicone, serragem com cola… não sei…

    Na última fiada coloquei prego nos tocos, ainda não terminou de secar pra saber se deu certo…. tomara que sim!!!

    Obrigada!!!

    Luz no caminhar 🙂

    • Oi, Michele
      Sim, acontece o efeito de contração da madeira (as madeiras mais duras contraem menos que as moles; exemplo Eucaliptus citrodora ou Pinus sp. Não é a massa, como você notou as garrafas estão firmes.
      O caminho é fixar os tocos com pregos, assim não saem depois. A madeira não cola em nenhum tipo de massa.
      Para os que já estão colocados pode-se fazer uma massa mais líquida e infiltrá-la usando um cartucho velho de silicone. Ou colocar massa de vidraceiro, bem mole com espátula (isso se a fresta e maior). A serragem com cola também é um bom recurso, depende do tamanho da fresta.
      Se o toco sai, podes puxar um 70 % cobri-lo com massa fina (de serragem e cola ou de argila com cal) e logo inseri-lo novamente.
      Abraço e bom trabalho.
      Jorge

  11. Eu penso em fazer o seguinte: Uma estrutura de madeira rústica e colocar o telhado bem alto. Debaixo desta estrutura preencher paredes com barro bem amassado com capim picado bem seco e toquinhos de madeiras de todas espessuras, e longitudinalmente colocar camadas atravessadas para dar amarração; tudo assentado com barro, de forma que cubra bem as madeirinhas.

    • Oi, Antonio
      Sempre em frente… faça as suas provas e acertos.
      No post que você leu esta a nossa experiência com detalhe.
      Coloque pregos nos toquinhos para que, havendo contração da madeira, não fiquem soltos.
      Abraço.
      Jorge

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: