4 Comentários

Seguindo a reforma da varanda

Como precisamos proteger a parte sul da casa das chuvas e dos ventos, além da reforma, também plantamos hibiscos fazendo um quebra-vento. A escolha destas plantas foi segundo os critérios crescer rapidamente, serem fáceis de podar e bonitas… Nossa cerca é de hibiscos cor de laranja e vermelho e na foto abaixo em primeiro plano os hibiscos- os maiores de mudas e entre eles as estacas- e nos fundos nosso trabalho desta semana: o telhado e a parte da parede sul já com os vidros colocados.

Nestes chuvosos dias de outono (absolutamente fora do normal em anos anteriores), seguimos a reforma da nossa parede sul da varanda. Depois de fazer a primeira parede como já postamos aqui, fizemos a estrutura da segunda parede e que estruturou também o telhadinho de proteção do forno.

Este telhado é comum em fornos feitos ao ar livre, pois se eles se molham, o usuário terá que gastar muita lenha para secar o forno, antes que ele comece a aquecer… Assim, fizemos o nosso “puxadinho”, e colocamos 3 telhas protegendo tanto o forno, quanto a  parte da varanda que ficará perto da janela da cozinha. Na foto abaixo Jorge na varanda, trabalhando nesta reforma. O detalhe dos vidros colocados, que já seguraram bem a chuva nestes dias, alguns enfeites que fomos ganhando e que aguardavam para ir para seus lugares definitivos ( o móbile e a casinha de passarinho!)…

Como é um telhado pequeno, grande parte dele fica sob o beiral do telhado da casa e ninguém irá caminhar sobre estas telhas, fizemos uma instalação “original”: no lado de dentro as telhas foram fixadas de baixo para cima diretamente na viga roliça que sustenta o telhado maior.  Este detalhe pode ser observado na foto acima. Também colocamos rebites fixando-as umas às outras.  No entanto, do lado de fora, seguimos  a fixação normal, isto é, parafusos no alto das ondas fixados na viga de madeira.

Mas como tivemos vários dias, Jorge ainda conseguiu terminar de colocar os cerâmicos da cozinha, com a barra de acamento feira com ladrilhos hidráulicos. Um detalhe resgatando as antigas formas de se fazer “azulejos”.

Agora seguimos nos preparando para o inverno, em breve instalaremos nosso fogão a lenha… Na foto abaixo Jorge preparando o chá na nossa cozinha!

E ainda seguimos dando “cara de casa” ao nosso cantinho… Na foto abaixo a parte mais quarto da Casa da Montnha!

About these ads

4 comentários em “Seguindo a reforma da varanda

  1. Tenho acompanhado com vivo interesse o progresso e as inovações ecológicas da casa e isto me faz lembrar de outros problemas que temos. Dentre os maiores estão o relacionamento humano, o medo dos sentimentos, a repressão sexual, a promiscuidade, a falta de vínculos afetivos e o medo que as pessoas têm de criá-los, como também como a falta de vínculos afetivos está relacionada à criminalidade, tanto entre humanos como entre humanos e animais (os primeiros contra os segundos).

    A tudo isto contraponho o conceito de urbis que seguimos de casas voltadas para a rua de forma que as pessoas não estabeleçam contato. Por outro lado, tribos pacíficas vivem sob outros conceitos urbanísticos que lhes favorecem uma vida pacífica, ao menos entre eles. Por outro lado, tribos violentas, como encontramos nos EUA têm suas tendas colocadas de forma algo semelhante às nossas casas.

    Como esta é a primeira casa no local, parece-me, faço esta contribuição para estimular a reflexão sobre nossos conceitos urbanísticos e as próximas casas sejam fruto desta reflexão.

  2. A casa tá cada vez mais bonita! está mais viva!
    O puxadinho é a prova disso. O uso, o clima, o entorno pedem adaptações criativas.
    Muita saudade de vcs. E nosso filhote redondo(oficina), como anda?
    Beijos de mala e robertinha

  3. Olá Jorge e Suzana! Já faz um tempinho que estive aí na construção da oficina, mas sempre me lembro de vocês e entro aqui para ver as atualizações. Como a casa da montanha está linda, cheia de coisas acontecendo, A energia fluindo nos canteiros! Soube que vai ter o PDC em setembro, é uma pena mas não poderei nessa data, mas nos encontramos logo logo! Saudações! grande abraço, BRU

  4. Olá Sr Jorge e D. D. Suzana! Conheci sua casa pelo blog e achei muito interessante a construção, tentei construir uma casa com adobe em minha propriedade que fica no interior de Minas Gerais perto de juiz de Fora mas não consegui mão de obra ou informaçõaes que pudessem me ajudar. Pude ver sua construção e constatar que é extremamente simples e que até eu mesmo poderia ter feito. Parabéns pela casa que ficou muito bonita e aconchegante, vou continuar me inteirando do assunto e fazer uma horta para filtrar o esgoto da minha casa e devolver a água limpa para o meio ambiente.
    Um grande abraço e muito sucesso em seus empreendimentos.
    Marco Aurélio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.019 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: